UOL Blog - Comentários

Você já tem o seu blog? Não?
Então crie o seu. É de graça.


[Débora Restelli]
Adorei seu Blog!!! bjs

24/08/2008 16:08

[Amanda]
Eu precisava ler esta mensagem agora. Muito obrigada.

20/08/2008 01:08

[Raíssa]
Bem adorei como vocÊ descreveu Pauê. To fazendo o curso de fisioterapia, e minha cabeça mudo completamente depois de conhecer pessoas do tipo PauÊ. Antes eu reclamava do meu pé sem para,até que um dia fui compra uma sandalia e pra variar falei do meu pé, uma mulher tava sentada do meu lado viro e falo: garota vocÊ tem que dar graças á Deus por ter um pé!.... bem a vergonha fico estampada na minha cara,mas nunca mais reclamei sobre isso!

29/07/2008 17:12

[Vanessa Gobbo] [www.unimeptv.com.br]
Olá Rafael! Eu tb me surpreendi e mto com o Pauê ele é realmente uma pessoa incrível de um alto astral contagiante. Ele veio fazer um palestra sobre liderança e fui entrevistá-lo me senti pequenininha com o bom humor e otimismo deste garoto. Ele é nota 10!Exemplo para todos nós! Bjoo;)

25/07/2008 17:03

[ester vieira da penha]
eu adoro vc mtt.eu quero q vc me respoda pelo meu e- mail por favoro tah?? eu queria saber se vc tem namorada e se tiver.ela n tem ciúmes de vc dando em cima das celebridades bonitas principalmente a nana gouveia.eu q n sou nada sua morro de ciúmes de vc rsrsrrsrsrsr te amoooooooooo bjssssssssssssssssssssss................responda meu recado se n vou ficar mt triste bjs lindoo

16/07/2008 01:01

[Dinara] [http://dinarabatista.zip.net/]
Realmente ele é um exemplo de superação... Parabéns Rafael...adoorei a reportagem... Bjus!

03/07/2008 10:40

[Mita.]
Nossa, Rafael que exemplo de superação desse cara heim?! Muito interessante a história dele! Infelizmente, muitas vezes tornamos pequenos problemas em grandes bolas de neve e somente quando nos deparamos com uma história dessa é que percebemos como somos fracos, pequenos e medrosos diante a lutas que enfrentamos e que não se comparam as que ele passou! Senti vergonha de mim mesma ao ler esse texto! Você sempre surpreendendo... Um beijo pra ti e outro para o Pauê!!! OBS: MANEIRÍSSIMA A FOTO!

02/07/2008 20:20

[Élida]
A deficiência está em nossas mentes, em nossos preconceitos... O Pauê é um exemplo de vida, pois ele nunca desistiu dela( da vida)!!! Enquanto houver vida, viverei... Beijos e sucesso. Élida

02/07/2008 12:58

[*Cacá*]
Nossaaaa, mtoo bom exemplo esse cara! Que perspectiva de vida, VIVA!!!

02/07/2008 11:02

[Tatiane Afonso]
Rafa,é como dizem: às vezes a deficiência está no coração mesmo..

02/07/2008 07:24

[ana luiza] [http://rafael.cortez.zip.net/arch2008-06-22_2008-06-28.html]
Oii..sempre quis fazer um comentário,porém nunca me sinto a vontade para tal.Hoje,criei coragem(após 5 taças de pro seco estou "lubrificada"hehehehe(brincadeira foi cerveja mesmo depois de uma festa na republica de uns amigos),sabe não gosto muito desse negócio de internet,mas depois que vi duas" matérias" sobre santos,me senti no direito e dever de escrever.Culpa daquela tal historia de MAKTUB que alguns devem conhecer...Sou de Santos,da cidade e do futebol.conheço o pauê d vista,ele é sempre mto cordial e amável com todos pelas ruas.o que como médica me deixa fascinada de pensar que alguém q deve ter sofrido tanto,enfrenta as diversidades da vida em tão bom astral. Fiquei triste por não ter xeretado antes aqui e visto sobre a peça.que pena! Mas agora com o trauma de escrever superado pretendo visitar mais vezes o blog. Vc conquista as pessoas pelo seu jeitinho cativante,inteligente e claro esse diastema q é o puro charme. desculpe pelas abreviações é q o espaço é curto. abraços

02/07/2008 02:44

[Dani C] [http://maismagenta.wordpress.com]
eu tenho uma amiga que é cadeirante, a tabata. ela é linda, poderosa, loira, ótima atriz, sorridente, e acima de tudo FELIZ. uma vez, me contando sobre o acidente, ela falou "eu podia ter escolhido ser feliz ou ser triste. ser triste não ia me levar a lugar algum, então eu sou feliz". e eu lembro disso sempre que eu fico triste por qualquer coisa... acho incrível quem aprende com os obstáculos, não importa o tamanho deles...

02/07/2008 00:38

[Camila Vessozi]
Bah, só quando conhecemos histórias como a do Pauê é que percebemos que muitas vezes fazemos tempestades em copo d'água! "Gastamos muito tempo da nossa vida contruindo alguma coisas e, mais cedo ou mais tarde, uma onda poderá vir e destruir tudo o que levamos tanto tempo para construir. Mas quando isso acontecer, somente aquele que tem as mãos de alguém para segurar, será capaz de sorrir! Só o que permanece é a amizade, o amor e o carinho. O resto, é feito areia." Devemos deixar o papel de vítima, erguer a cabeça e segui em frente, sempre (mesmo sendo difícil, às vezes). Beijo, Rafa. Te cuida.

01/07/2008 22:48

[Camila Oliveira]
É com histórias como essa que temos que para e pensar o quão mesquinhos somos achando que nossos pequenos problemas são mais importantes que tudo no mundo!

01/07/2008 16:42

[mariana ]
VOCÊ TEM NAMORADA !

01/07/2008 14:09

[Lana Medeiros]
Bom eu treino jiu jitsu a 6 anos e nunca tinha me deparado com tal situação um rapaz que foi atropelado por um caminhão quando andava de bicicleta ele não tinha chance de vida ficou com várias sequelas e hoje ele perdeu parte do movimento do braço esquerdo mas isso não impediu ele de treinar jiu jitsu tem uma garra foi campeão na categoria dele competindo com pessoas com nenhuma deficiência isso me deu uma força ainda maior de treinar porque para mim ele é um exemplo de superação adoro treinar com ele e me dá mais gás para conquistar novas vitórias.

01/07/2008 00:10

[Rosana Bsb]
Às vezes a gente precisa se deparar com pessoas com problemas realmente sérios para poder entender o nosso, e perceber que nem todo mundo é perfeito. A deficiência dele é física, visível, mas existe muita gente com deficiência na alma, caráter e por ai vai. Fica lá escondidinho, esperando o pior momento para vir à tona. Pessoas com necessidades especiais, não são de outro planeta. Fazem, realizam e transformam atitudes, o que para muitos no qual não possuam a mesma dificuldade, é uma missão realmente impossível! Esses usam seus problemas como muleta, para escorarem nos outros e conseguirem a piedade e comiseração do mane da vez. bjim Ps 1: As vezes acho que vc está possuído. Tenho a sensação que não é o mesmo do CQC. Ps 2: Na realidade vc é um bom ator, por isso consegue enganar a todos com o seu personagem jornalista pirigueti. Ou vc é pirigueti mesmo? Deixa pra lá. Inte

30/06/2008 16:15

[Sam]
[o menos pra uns, é o mais e suficiente pra outros. a real 'deficiência' é não sacar isso...] Putz Cortez..Cinelândia?! Pertinho do meu estágio....

29/06/2008 21:44

[Vivi]
(...) do que encarar uma dor de frente e superá-la. As pessoas costumam perguntar: “por que comigo?” Mas acho que poderiam também perguntar: “por que não comigo?” É uma questão de escolha...não temos como evitar as dores da vida, mas temos como escolher não mais sofrer por elas. Pois então, é muito mais inteligente tomar uma cerveja e rir com a galera do que ir para o quarto chorar por algum problema, seja ele qual for, ou ainda permanecer com aquele complexo de inferioridade que, em geral, atinge pessoas que enfrentam problemas semelhantes. Na verdade, acho que esta mesquinharia, à qual você se refere, é muito mais prejudicial ao próprio mesquinho do que a qualquer outra pessoa. Rafaaa...juro que tentei ser breve e evitar que vc tenha de fazer leitura dinâmica...rs...mas não deu, vou continuar tentando! rs. Um beijo

29/06/2008 13:23

[Vivi]
Já conhecia a história do Pauê e também acho que ele é um cara admirável, exemplo de superação, mas, acima de tudo, inteligente. Isto porque acredito que não há burrice maior do que passarmos boa parte do tempo das nossas vidas lamentando mazelas. Aprendi, a duras penas, a relativizar as coisas...tinha mania de achar que os meus míseros problemas eram o centro do mundo. E mais, cheguei a pensar que a vida não mais tinha sentido pra mim, face a alguns “perrengues” que passei. Quando, na verdade, era exatamente o contrário...a vida, os amigos, a família, o trabalho, as realizações, o sol e tudo o mais são infinitamente maiores do que um amor não correspondido, a falta de grana ou a perda de parte das pernas num lamentável acidente...é só enxergar as coisas por um outro ângulo, a partir de um novo ponto de vista. Não é fácil, eu sei, ainda mais quando se trata de problemas mais graves assim como o do Pauê, mas é muito pior passar uma vida inteira sofrendo (continua...)

29/06/2008 13:22

[Renata Del Giudice]
É, ele é um ORGULHO para todos os santistas! Lembro de quando aconteceu o acidente, todos comentando do "coitado do menino que perdeu as pernas" e hoje taí a resposta! Realmente, reclamamos tanto, achamos que sempre somos os prejudicados da história, até encontrarmos um cara como esse, que chega a mostrar o quao pequenos somos. Um exemplo de superação a ser seguido. beijos Rafa

29/06/2008 13:01

[Alessandra]
Oi Rafa, sempre falo isso, damos importância pra coisas tão insignificantes e achamos q o nosso problema é sempre maior q do outro, a verdade é q cada um tem o seu, na sua intensidade, na sua gravidade, só q olhando ao redor, a gente vê q tem pessoas com problemas bem maiores do q o nosso e nem por isso desanimam e cai em profunda depressão, levam a vida normal, aceitando seu problemas e tentando resolvê-lo da melhor maneira. O importante msm nessa vida é aprender a ser feliz e saber lidar com os problemas, pq eles existem e cabe a nós lidar com as dificuldades q a vida apresenta. Te adoro, bjs.

29/06/2008 12:06

[Thaís Moretti] [thaismoretti.zip.net]
É dificil achar pessoas que se aceitem como realmente são. Elas estão sempre reclamando de uma gordurinha ai, uma espinha ali, ou o nariz é feio. Mas ninguem parou para pensar como seria se ela não tivesse as duas pernas... Para o Pauê deve ser dificil não ter as pernas, mais e daí? Ele se aceita,segue a vida,é um ótimo esportista e está FELIZ!! Pauê é um grande exemplo. E parabéns Rafa, muito legal da sua parte falar um pouco sobre ele. Beijos, Thais

29/06/2008 03:13

[Fernanda] [http://www.flickr.com/photos/gut-gut/]
São fatos como este que nos fazem ver o quao mesquinhos comtumamos ser... legal tua atitude de postar isso aki. ;)

29/06/2008 02:03

[Maria Carolina]
Acredito q na vida exista dois caminhos a serem seguidos:do amor e o da dor. O q não aprendemos pelo amor, vai pela dor msm. E ainda q o Pauê tenha passado o q passou, acredito eu, na minha ínfima sabedoria sobre a vida, q ele tenha tirado essa lição pelo caminho do amor. Amor pela vida, amor por ele msm, pelos seus ideiais, pela vontade de fazer sua vida seguir um rumo diferente. Como ele, existem muitos por aí, nós q não nos damos conta, cegos pelas nossas próprias limitações, q não físicas, o q é pior.E ainda q não experenciamos situações semelhantes, é sempre válido termos a humildade de aprendermos com os outros. A história do Pauê pode ser um gde começo.Vamos tentar esquecer os questiúnculos irrelevantes da vida, e lembrarmos q ela é uma constante. Não dá para perder tempo com "as nossas coisinhas pequenas".Valeu mais uma vez Rafael, pelo: ACORDA GALERA! Um bjo, moço de encantos.

28/06/2008 21:50

[Carlynha] [www.fotolog.com/refemdotempo]
Sempre bom ler coisas interessantes no seu blog, e sempre tirar uma coisa boa de cada post, é o que você sempre consegue fazer, quem lê para pra refletir e pensar nas merdas que faz, nos conflitos que causa, é realmente uma história incrível e só conhecendo pessoas assim passamos a dar mais valor para as coisas positivas, porque querendo ou não problema todo mundo tem, mais nem por isso temos que achar que o mundo está acabando, e esse cara é um exemplo de garra e vontade de viver...tá ae, um puta exemplo, ele não usa da deficiência que tem prá ganhar ibope, ele corre atrás das coisas que quer e vive feliz, acho digno de muito respeito:) Felicidades prá ele e parabéns prá você Rafa pelo post mais uma vez super inteligente e interessante:) um beijo

28/06/2008 20:31

[Juliana Neves]
Isso sim que é exemplo. Você falou TUDO. A gente reclama de coisas bobas do nosso dia-a-dia, e não percebe o quanto elas são insignificantes perto de casos como esses. Parabéns ao Pauê! Beijão Rafa!

28/06/2008 15:40

[Clara]
esse sim é um exemplo de VIDA!!! tudo q vc falou nesse texto é vdd, nós fazemos tempestade em copo d'água porque brigamos com alguém, ou porque perdemos alguma coisa, mas não é bem assim, dizemos q -quando acontece alguma coisa com nós- q é a pior coisa do mundo, mas não é!!! Obrigada por mostrar esse exemplo d VIDA!!! Obrigada msm Rafa!!!Bjs

28/06/2008 14:07

[SYLVIAH]
OI, TBM TENHO DEFICIENCIA FISICA, ANDO DE CADEIRA DE RODAS E NEM POR ISSO DEIXO VIVER A MINHA VIDA, EU SEI Q É MEIO DIFICIL, MAS É A VIDA, NÉ... ADORO VC E O CQC!!! SOU MTO FÃ DE VCS!!! BJOS SYLVIAH B. P.

28/06/2008 09:15

[Verônica Amorim]
Oi Rafael, sabe que estou adorando fuçar sua pagina? Nunca pensei que pudesse escrever para um desconhecido, mas vc sempre escreve coisas maravilhosas que nos faz pensar e hj resolvi escrever.Vc é um cara do bem viu ? Alma boa. Escuta,vc tem cd pronto ? Trabalho na Sony/Bmg SP na area de promoção e gostaria de conhecer seu trabalho.Curiosidade minha mesmo.Segunda passada estava na Band, assisti o programa no estudio.Bom, é isso. Beijão e uma semana cheia de tranquilidade e paz.Beijo. Veronica Amorim.

28/06/2008 01:19

[Carol Magalhães]
"Daí vem a questão, de novo... que tremenda mesquinharia a nossa. A gente reclama de amores não correspondidos, conflitos bestas entre amigos, isso ou aquilo no trabalho, etc, etc..."Nossa, muito legal essa parte.É bom de vez em quando a gente ver esse exemplos de superação para dar "um tapa" na nossa cara e nos fazer acordar diante de tanta coisa que acontece no mundo.Eu não vou dizer que sou um exemplo que concientização, porque na hora eu reflito mas depois acabo esquecendo de tudo e comeco a reclamar da minha vida, das pessoas, de tudo como se eu fosse a criatura mais só e desamparada do mundo.Mas acho que é o mal do homem, reclamar do que não tem e podia ter, é aquela coisa de sempre querer ter mais e mais, nunca estamos satisfeitos.É sempre bom refletir sobre essas coisas,mas sem deixar de lado que há pessoas em situações piores que a gente mas que sabem dar a volta por cima.

27/06/2008 22:43

[Isabel Alencar]
é... essas parada eh assim msm, tanta gente com tanto problema e a gente reclamando por bobagem, ai vem um cara desse e mostra que a vida é mto mais que reclamação, que é enfrentar os desafios e seguir em frente! parabens pra ele, e parabens pra vc Rafa! Por ser capaz de mostrar pra gente cada vez mais coisa que faça pensar e que faça refletir! beijo

27/06/2008 21:42

[gislaine]
As vezes precisamos passar por certas situções pra compreendermos que podemos ser bem mais do que imaginávamos ser. O que torna o Paue especial não é sua deficiência ... foi a sua capacidade de superação, foi talvez ter descoberto dentro dele uma força que o fez acreditar que era capaz de superar todos seus limites e o motivou a ir além.... a recomeçar!!!!

27/06/2008 20:39

[Ademar Maia]
"O espírito de um homem se constrói a partir de suas escolhas"...(NIETZSHE) Nossa Cara mais um grande exemplo para nós...Já tinha ouvido falar no Pauê, acho que foi na tv e na internet mesmo, e pelo que me parece ele realmente é um exemplo de superação, não se deixou abater por tantos problemas, e tem uma VIDA. Que bom que vc agora ta renovado, mais maduro, de bem com a vida e em paz consigo mesmo e com as outras pessoas que o cerca. Parabéns pelo post, vele muito dar uma passadinha por aqui e ver o que tem a dizer para nós...ABRAÇOS!!!

27/06/2008 19:23

[Juliana Pereira]
Incrível.Pessoas como o Pauê são iluminadas, e encaram a vida de um modo único. Sensacional! Um bjo carinhoso Rafael.

27/06/2008 17:30

[Marina Pereira]
(...) Reclamamos ao invés de buscar soluções, porque no nosso caso, o tempo faz com que nossas “mesquinharias” se resolvam. E já no deles, a espera não traz solução. Traz apenas o retardo no processo de superação. Não importam quais sejam as adversidades, dificuldades e sacrifícios que temos que vencer para chegar aos nossos objetivos, pois mesmo assim, a única deficiência que continuará a nos impedir de atingir metas, será a “falta de vontade”. E fico feliz em saber que o otimismo adquirido o manterá longe da sensação de ser a “última azeitona”. Sendo que esta ainda carrega o desgosto de conter um caroço. Um beijo, Má

27/06/2008 17:23

[Marina Pereira]
(...) Hoje existe a abertura de muitos espaços para a discussão, o que trás uma aproximação maior da sociedade para esta realidade. Com isso, também evoluíram as pesquisas e produção de produtos específicos que os possibilitam levar uma vida absolutamente normal. Na realidade, nos não deveríamos ficar espantados com audácia e força de vontade de pessoas como o Pauê. Mas infelizmente, em virtude da maneira que vivemos, é normal que isso ocorra. Nós reclamamos do que temos, enquanto outros não reclamam do que não tem. Temos o costume de nos colocar como vitimas ingênuas de nossa própria competitividade. Enquanto estes exemplos, não se deixam derrotar com as conseqüências de um problema. E desta forma, fazem com que se exclua o sentimento medíocre de “pena”. Pois os reais deficientes são aqueles que aceitam as imposições da sociedade em que vivem, só dando valor aos seus miseremos problemas e as próprias dores. (continua...)

27/06/2008 17:22

[Marina Pereira]
É sempre uma grande oportunidade termos a chance de conhecer ou ter contato com pessoas que passam por situações como essa. Pois é uma forma de enxergar realmente como elas encaram a realidade, levando em conta que quando isso é transmitido através da mídia, grande parte das vezes há a intenção de passar uma imagem de sofrimento, exclusão e diferença, com a única e exclusiva finalidade de despertar pena e atingir determinada audiência. Querendo ou não, não podemos negar que ocorrem mudanças significativas na vida destas pessoas. Mas em casos como o do Pauê, sempre acaba nos chamando a atenção a maneira como as próprias limitações físicas são enfrentadas com o intuito de manter um padrão e qualidade de vida. E, além disso, vale à pena ressaltar que estes se preocupam de tal maneira com quem passa por estes mesmos problemas, que acabam criando meios de divulgar e auxiliar outras pessoas com semelhante deficiência.(continua...)

27/06/2008 17:21

[Glaucia Hebert]
Belo exemplo de superação!!! http://glauciaheb.blogspot.com/

27/06/2008 15:33

[Jane_Coelho]
E finalizando... vc ta de parabéns por expor aqui seu sentimento, que bom saber que temos Pauê, que são exemplos a "nornalidade" desse mundo doido.

27/06/2008 15:30

[Aline Antunes]
Que bom, hoje vou conseguir comentar em seu blog, cheguei a tempo! então, vou resumir o que queria escrever em outros comentários, queria dizer qu gosto muito do seu jeito de escrever, muito sincero e claro, o legal desse blog é essa característca de um diário mas que abrange várias coisas e nos faz refletir, como é o caso desse post! eu mesma as vezes, na vdd muitas vezes, me pego no momento "a mais egoísta do mundo", é foda pq na hora vc não leva nada nem ngm em consideração, aí é preciso algupme, no caso vc, vir e dar um tapa na cara, aquele balde de água fria pra gente acordar! Parabéns pelo rtabalho que você faz! beijos! bom fim de semana

27/06/2008 15:30

[Jane_Coelho]
A convivência com alguns deficientes fez de mim uma pessoa melhor, com um pensamento dilatado e desprendido dos convencionais, não coloco a questão da inclusão social como um “favor” como muitos classificam, e sim, como forma de assegurar a participação totalitária dos indivíduos dentro de uma sociedade. As ações destinadas ao amortecimento dos danos causados aos diferentes (negros, religiosos, deficientes, índios, mulheres, pobres, analfabetos....) causa um sutil impressão que apenas uma fragmentada parcela “superior/elite/nobre” cansou de se preocuparem com seus casacos de lã, unhas quebras (rsrsr), Iates, contas na suíça e se compadeceram com as causas sociais... Mas se antes se antes de cria sua uma redoma protetora tivessem um pensamento menos voltados para seu próprio bem estar, certamente a realizada desse país mestiço e tão cheio de qualidade seria outra.

27/06/2008 15:14

[Tatiana]
Muito bonita a história de superação do Paue. Acredito também que muitas pessoas portadoras de deficiência sintam-se incompletas pela dificuldade dos não deficientes em enxergarem-nas como pessoas normais e rotularem-nas de coitadinhos e infelizes. A exposição de pessoas com deficiência que são vencedoras certamente ajuda a derrubar esse mito. Parabéns. Bjs.

27/06/2008 15:09

[Leonara]
Um mundo tão mesquinho esse nosso né?Vivemos dando importancia a besteiras.. aff Bjim principe

27/06/2008 15:06

[Mariana]
Histórias como essa, nos faz refletir sobre o mundo egoísta em que vivemos!!

27/06/2008 15:04

[anaelisa] [http://anaelisaaa.blogspot.com]
poxa, que dificil comentar aqui.. realmente, eu já parei pra pensar na minha vida varias vezes e em como minhas preocupações mundanas são mesquinhas perto de algumas por aqui. Mas infelizmente, eu n consigo pensar isso nas horas em q eu to sofrendo por algum amor nao correspondido, ou qndo falta grana pra pagar as contas e tudo. Sei que sao coisas q todo mundo tem.. mas tbm nao dá pra ser feliz o tempo inteiro. beijao rafa, SEU NARIZ É LINDOOO :*

27/06/2008 15:02

[Rosana] [http://www.fotolog.com/rosana_sk]
Sem dúvidas a história do Paue é uma história da qual deveríamos lembrar sempre e servir de inspiração para nós, reles mortais... conheci a historia dele acho q em meados de 2003 atraves de um amigo em comum, cheguei a conversar algumas vezes com ele, mas com o tempo acabei perdendo contato e ele se tornando um exemplo, e como ele mesmo disse sendo explorado pela mídia. Legal que ter conhecido ele fez com que vc ficasse mais otimista! São pessoas assim q fazem a gente refletir e questionar valores de nossas mediocre vidinhas! Eu tenho um amigo que talvez vc fosse gostar mto! a histrória dele eh bem triste, mas é um exemplo de q nunca devemos desistir! Bom final de semana! Beijinhos Rô

27/06/2008 14:59

[Jane_Coelho]
Nomenclaturas modernas como é o caso da “Inclusão Social” retratam a omissão do Estado em décadas, a exclusão é o reflexo do desnivelamento cultuado pelos “nobres” como se precisássemos de uma “carteirinha” de sócio... , uma democratização das elites estabelecia quem merecia ou não fazer parte do clubinho dos melhores.... Hoje , apesar do excesso de demagogia e do modismo do momento as ações direcionas aos portadores de deficiência significa um avanço para popularização de consciência ampliada e da valorização das potencializadas dessas pessoas. Pauê faz parte dessa grande estatística de deficientes do país, o país dos exclusos, de estereótipos singulares, já se permitem o respeito ao ser humano

27/06/2008 14:58

[Jane_Coelho ]
O mundo e suas coincidências : Tinha dado um tempo de fuça seu blog por estar em volta com um artigo, é uma estudo de caso acerca das dificuldades de deficientes visuais para ingressar na Universidade Federal do Acre, e hj, depois de concluído me dei ao luxo de espiar e vejo o que vc narra, e sem sobra de duvido devo confessar que considerei a melhor de todas. Minha mãe e sua irmã são professoras do ensino especial, tenho uma irmã de 26 anos deficiente mental o que caracteriza uma familiaridade com o assunto. Vivemos em uma sociedade de rótulos, com tabelas hipócritas (eu digo escrotas mesmo) de potencialidade, onde é associa a capacidade a perfeição física, visual, auditivas e outras requisitos, esquecemos de lembrar que a natureza de Deus é perfeita, e se falta um órgão certamente outro vai da suporte ao que não tem...

27/06/2008 14:57

[Juliana•._.·´¯)]
Olá Rafael! É, na vida a gente sempre encontra pessoas que passaram ou estão passando por problemas gigantescos, que nos fazem repensar nossas próprias lamentações. Mas eu acho que não deveria ser assim. Por que a gente costuma dar valor pra nossa vida quando aparece alguém que está em uma condição pior que a nossa? Por que não fazer isso todo dia? Por que a gente precisa do outro pra nos "sacudir" e fazer perceber o quanto somos afortunados? O ser humano é um bicho muito do complicado mesmo. Adorei teu texto e a "sacudida" que ele acaba nos fazendo. Muito bom! Na verdade tudo que vc escreve é muito bom..rsrs Abraço e se puder, responda os scraps do orkut, viu? rsrsr

27/06/2008 14:49

próximos › | mais antigos


Deixe seu comentário
 
Nome *
E-mail *
Site/Blog 
Comentário:

 Caracteres restantes : 1000

Atenção: Conheça as regras de uso do blog.



[fechar a janela]