UOL Blog - Comentários

Você já tem o seu blog? Não?
Então crie o seu. É de graça.


[reverência de uma saopaulina] [Campinas]
Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira/deu um pique filosófico ao nosso futebol/o sol caiu sobre a grama e se partiu/em cacos de cristais/as cores vestiram os nomes/e fez-se as lutas entre os homens/até os apitos finais/(disseram os deuses imortais)// a história não se esquece que a bola se negou mas chorou o nosso gol/e vai se lembrar para sempre da beleza que nada derrotou/mas quem será que diz quem venceu/ no país em que o ouro se ganhou e perdeu/ (derreteu)//o futebol é a quadratura do circo/é o biscoito fino que fabrico/é o pão e o rito o gozo o grito o gol/salve aquele que desempenhou/e entre a anemia e a esperança/a loteria e o leite das crianças/se jogou//com destino e elegância dançarino e pensador/sócio da filosofia da cerveja e do suor/ao tocar de calcanhar o nosso fraco a nossa dor/viu um lance no vazio heroi civilizador/(o doutor).Letra de Wisnik,na linda voz de Ná Ozzetti, do meu LP de vinil (bom, mas para quem tem como a melhor seleção brasileira,a de 82

21/09/2010 00:54

[Silvio Roberto Freitas] [Pesqueira-PE]
Torero, apesar de não ser corinthiano, muito pelo contrário, torci desesperadamente pela vitória de Sócrates. Não apenas pela enorme diferença técnica entre ele, gênio, e Marcelinho, apenas um bom jogador, mas, sobretudo, pelas diferenças entre ambos fora do campo. Sócrates é um intelectual da bola. Ainda há esperança.

07/09/2010 08:32

[andré antunes]
Como São Paulino, Admito!!! O Magrão assustava muito mais que o carioca!!! O cara bebia, fumava, falava o que bem queria e era um baita jogador, acima de tudo autentico e fiel à sua personalidade.

05/09/2010 21:19

[Moysés] [São Paulo]
Torero, tudo bem? Meu voto foi no Sócrates por um motivo: o Sócrates foi gênio, o Marcelinho craque. Sem demérito ao Marcelinho que é um dos maiores artilheiros da história do clube e um dos jogadores mais vencedores, mas o Magrão era mágico dentro de campo.

05/09/2010 12:08

RESPOSTA:
Também o acho mais surpreendente que o Marcelinho.

[Fabio Silva]
Na verdade a pesquisa revela o que ja te escrevi. 300 votos num assunto chamado Corinthians é bizarro e digno de um blog pouco frequentado e muito chato. Outrora não era assim. Aceite a critica, pois eu gostaria de voltar a degustar seus textos.

05/09/2010 11:32

RESPOSTA:
Não volte não.

[EDUTIMAO]
NINGUEM PODE NUNCA TIRAR O MERITO DO MARCELINHO CARIOCA NOS DEU MUITA ALEGRIA. MAS O DR. AHHHH O DR. ESSE FOI GENIO, SHOW ,FORA DE SERIE CRAQUE DE BOLA SERIA GENIO EM QUALQUER COISA QUE FIZECE NA VIDA HOJE . HOJE TENHO UM SONHO TOMAR UMA NUM BOTECO COM DR. E COM O NETO. ADORO RONALDO MAS ESSE É O CRAQUE DO MUNDO PRA MIM CRAQUE DO TIMÃO É O NETO E O DR.

04/09/2010 20:48

[Sandro Macedo]
Eu comecei a torcer para o Corinthians por causa do Sócrates. Lembro que quando eu tinha 9 anos meu pai estava em uma roda de amigos, então ele me perguntou: "Que time você torce? Fala aqui pro pessoal." - Eu torço pro time daquele barbudo que toca de calcanhar! - "Seu #$#, não acredito que você é corintiano!" Ele retrucou, pois ele é são paulino. Então ele fez uma "aposta", na final de 82 se o Timão vencesse ele me dava uma camisa oficial e se perdesse eu virava a casaca. Enfim, na segunda feira seguinte ele veio com a camisa do Corinthians. Ele ainda me levou pra ver meu primeiro jogo no Morumbi, Timão x Inter-RS, ganhamos com um gol do Zenon. Eu e ele assistimos muitos jogos do tricolor no Morumbi juntos e inclusive a final de 1991 contra o Bragantino. Acho que é por isso que até hoje não consigo xingar torcedor de outros times, nem mesmo em blogs. Valeu Doutor por me fazer torcer pro Timão, e meu pai, que amo por gostar de futebol e me ensinar respeito pelo time dos outros! Abraço

04/09/2010 18:02

RESPOSTA:
Grande pai!

[Flávio] [São Paulo Brasil]
Torero, como assim a pesquisa revela bem a cara do leitor? Nem todo mundo que considera o Marcelinho o maior craque da história do Timão votaria nele, ou é intelctualmente desfavorecido. Sei lá, esse comentário ou foi meio elitista ou deu a entender qu seus leitores estão velhos. rsrs Abração!

04/09/2010 17:59

[André Bernardino] [Santos]
E eu acho que os 22% que votaram não eram corinthianos...

04/09/2010 15:09

[juan]
Ele era muito mais jogador do que Marcelinho e Neto, como Rivelino era muito mais jogador do que Sócrates. No entanto, em matéria de ídolo da torcida, Neto e Marcelinho estão anos luz de Sócrates e Rivelino. Se bem que é como vc disse, o espaço amostral da pesquisa é pequeno.

04/09/2010 14:31

[pedro/Sócrates = Che Guevara da Fiel]
Sócrates é a essência do Corinthians. Marcelinho, nem de longe. Outros ídolos que representam o Corinthians: Idario, Luizinho, Balthasar, Rebolo, Wladimir, Zé Maria, Biro-Biro, Casagrande. Tevez, em outra época, não a do capitalismo financeiro, poderia também ter sido um grande ídolo.

04/09/2010 12:59

[Edson] [São Paulo]
Torero, Acabo de ler a história do Nathan Malafaia e apesar de considerar o Socrates o melhor jogador que vi passar pelo Timão, não dá para acreditar que virou Corinthiano. Gosto dele, mas juntamente com Marcelinho, Casagrande, Neto e alguns outros, se dizem corinthianos porque isto os projeta na mídia. Quem gosta de futebol de verdade e adota um time, assim como o Nathan Malafaia somente mudaria para agradar a alguém ou por autopromoção, que é caso deles. abraço.

04/09/2010 12:37

[Diego]
Socrates, maior idolo dos gambas? huahuahua, mas ele é santista de coração, tanto que antes de se aposentar vestiu a camisa do Santos em alguns jogos.

04/09/2010 10:30

RESPOSTA:
Já perguntei isso para ele, que me respondeu, com sinceridade, que foi santista na infância, mas depois de jogar pelo Corinthians...

[Roberto] [São paulo]
Ganhou o doutor, porque ele sempre honrou a camisa do Corinthians, e nunca se beneficiou dela! Valeu Sócrates

04/09/2010 10:17

[David] [Corinthians]
Sou da geração que viu Sócrates jogar. Até hoje guardo uma revista sobre ele, lançada pela Placar, que tem até história em quadrinhos. Foi o maior jogador do Timão que vi jogar, sem dúvida (não peguei a fase do Rivelino). As pessoas dizem que ele ganhou poucos títulos pelo Corinthians, mas ele conquistou os campeonatos paulistas de 1979, 1982 e 1983. E é bom lembrar que naquela época o Paulistão valia muito. Era comparável - ou até mais valioso - que o Brasileirão e Libertadores. Um campeonato longo, de seis meses de duração, no qual os maiores rivais se encontravam. Além de gênio dentro dos campos, Sócrates foi um gigante fora dele. Aproveitou a força social do futebol para expressar suas ideias. A Democracia Corinthiana foi um momento histórico para todo o Brasil.

04/09/2010 09:52


Deixe seu comentário
 
Nome *
E-mail *
Cidade, Estado e País 
Comentário:

 Caracteres restantes : 1000

Atenção: Conheça as regras de uso do blog.



[fechar a janela]