UOL Blog - Comentários

Você já tem o seu blog? Não?
Então crie o seu. É de graça.


[Professor Eurico]
A expressão "Cifra negra" utilizada pelo promotor de justiça designa uma característica apontada pela criminologia, naqueles casos em que as estatísticas são ínfimas e sem correspondência a fenomenologia criminal, como é o caso da lavagem de dinheiro no futebol, nos crimes de colarinho branco, etc. Não há conteúdo racista.

09/12/2011 20:16

RESPOSTA:
Obrigado pela oportuna e esclarecedora participação, Professor. Abç, cruz

[Josoe Peres dos Santos]
Cruz, acho errado essa expressão nos Países Pobres, dá entender que a corrupção no futebol e outros esportes só tem por aqui. O Brasil está mudando e isso é de um Brasil que está em pleno desenvolvimento.Veja quantos casos de corrupção exite na Europa, EUA e outros, veja doping, compra de resultado e outros, isso é geral.Veja estão citando a liga Francesa como referencia, o que aconteceu esta semana na liga dos Campeões, foi vergonhoso o jogo do times Frances com o Russo e na França já tem histórico, teve punição, mas parece que continua na mesma. Abraços

09/12/2011 10:40

RESPOSTA:
Olá. Grato pelo comentário e a oportunidade de seguir o debate. O Brasil não é "país pobre". Sob o ponto de vista dos especialista é a sétima ou oitava economia do mundo. A Europa em crise e o Brasil pode até socorrer o FMI!!! que tal? Já nos Indices de Desenvolvimento Humano (IDH) e de corrupção, aí sim, estamos na rabeira. Neste caso, somos "pobres". A expressão pode ser analisada como "pobre" ecomonicamente, países do terceiro mundo, carentes de recursos e instrumentos q os projetem internacionalmente - e aí entra a força do futebol dos q querem lavar dinheiro - e ou "pobre" na lisura dos atos, na moralidade. Neste caso o Brasil tb se destaca. As denúncias da imprensa q culmiaram com a derrubada de sete ministros - o oitavo a caminho... - revelam este lado da "pobreza moral", digamos assim, tornando-se, pois, atrativo para os corruptos internacionais. Segue o debate, abç, cruz

[adriano panda]
Excelente matéria e ótimo ponto de vista, Cruz. Como já sabemos, do Legislativo não sai coelho, já do Planalto deveria sair. Só acho que enquanto a Dilma ficar com a porta do quintal aberta para o Lula entrar e mandar a qualquer hora, isso não vai acontecer. Quem sabe no segundo mandato talvez a presidenta consiga cortar seu cordão umbilical.

09/12/2011 09:44

[Alexandre]
O caso Palmeira/Parmalat, que inclusive teve condenação da empresa italiana em seu pais sede, nunca é citado por ninguem da imprensa.

09/12/2011 09:15

RESPOSTA:
Olá, Alexandre, bem lembrado. Não é "nunca é citado". Foi um barulho enorme, lembro bem. Acho até q foi o primeiro grande escândalo. Mas é o Corinthians é o mais recente. Abç, cruz

[Walter]
Cruz respeito seu blog e principalmente você mas, acho que esse seminário foi como mais uma página da internet, onde se fazem acusações sem provas. O que me admira é, primeiramente, um promotor de justiça usar o termo incorreto de "uma cifra negra" sem ser admoestado pela lei de racismo. Segundo, se um promotor ou desembargador, sabe que 50% das transferências de atletas para o exterior foram lavagem de dinheiro, porque não dar nomes aos bois e entrar com o devido processo na justiça. Eles tem esse poder, nem eu e nem você os temos. Falar, falar, falar e não fazer nada é coisa da internet, esses desse seminário não, eles tem a lei nas mãos. Qual a diferença, na minha opinião, desses palestrantes e daquele jornalista inglês. A idoneidade. O não querer somente aparecer na mídia. O não querer faturar algum falando em seminário. Se estas autoridades não fazem nada legalmente, o que o povo pode fazer? Nada. A não ser assistir seminários inócuos com pessoas não idôneas.

09/12/2011 08:08

RESPOSTA:
Caro Walter, dizer que o "jornalista inglês não tem idoneidade" não é real. Vistes os noticiários s/a crise da Fifa com a CBF? Ssbes q Havelange se DEMITIU do poderoso Comitê Olímpico Internacional? Sabes os motivos? Pois Andrew Jennings, o jornalista q, na verdade, é escocês, denunciou as falcaturas olímpicas já em 1992. Há 20 anos!!! Não queiras colocar culpa em agentes do governo que são limitados em suas ações devido à falta de legislação. Isso interessa ao sistema. Vou escrever s/isso para te mostar como estás enganado e desatualizado. Sobre a questão do racismo: é bobatem querer levar para este lado. É querer desviar o foco da discussão que, sabe-se, está na inoperância do Congresso Nacional e no poder dos juizes e ministros dos tribunais superiores e não nos abnegados promotores, auditores, policiais federais etc. Esses fazem, e muito bem, a sua parte. POr favor, caro Leitor, não leia a notícia ao contrário. A realidade é outra ou, como diria o poeta: "o buraco é mais embaixo". Abç, Cruz

[Walter Guimarães]
Cruz, o seminário foi muito proveitoso. O desembargador Fausto de Sanctis mostrou a vontade de mudar o atual quadro. Aliás, a economista holandesa Brigitta Slot reafirmou que é o momento ideal para a implantação de algum sistema de controle. Tanto ela, como o de Sanctis enfatizaram que um bom exemplo a ser seguido é o utilizado pela liga francesa de futebol. Para quem conhece a língua, vale a pena ler os relatórios da DNCG - Direção Nacional do Controle de Gestão, no site: http://www.lfp.fr/corporate/dncg No lugar do Romário pedir uma utópica intervenção na CBF, ele poderia pensar em algum projeto de lei para criar alguma "câmara de controle", com a participação dos órgãos que compõem a ENCCLA, organizadora do evento realizado no Ministério da Justiça.

08/12/2011 22:44

RESPOSTA:
Olá, Walter, obrigado pela contribuição ao debate. Observei q temos instituições e pessoas altamente interessadas no assunto, mas esbarram na limitação da legislação, chefias e interesses do Poder pelo futebol. Sobre Romário: está jogando para a torcida. Declarações de ocasião, sem uma análise efetiva do contexto. Lamentavelmente é um desperdício, pois "o Cara" tem visibilidade e poderia ser um excelente interlocutor da sociedade para tentar dar ordem à bagunçada gestão do futebol. Abç, Cruz

[mtsbrasil]
Infelizmente não há punição por falta de lei, pois por pior que sejam as nossas leis, elas são suficiente para pegarem estes fraudadores. não há punição porque no brasil não se pune crime de colarinho branco. e isso não sou eu que diz, e sim a minista do STJ, Dra. Eliana Calmon. A corrupção está em todas as esferas, mas preferem dizer que é no congresso e no planalto, isso é ótimo para os corruptos.

08/12/2011 21:11

RESPOSTA:
A questão, Caro Leitor, é que qualquer iniciativa para mudar esta situação deveria partir ou do Planalto ou do Legislativo. Nem um nem outro se manifesta. O Legislativo até faz sentido, pois os políticos adoram legislar em causa própria. E não estão dispostos a brigar com a cartolagem. Abç, cruz

[Silvio Conegundes]
Vou exemplif como se da a lavag de dinheiro: Um determinado clube do litoral estava falido em 2002. Seu presidente possui um instituito de ensino e por assim ser goza de benef fiscais. Todos sabem que os instituitos de ensinos são minas de $$, é só ver a expansão dos "campus" dos diversos institutos espalhados pelo Brasil. Os donos não podem se apropriar dos exuberantes lucros desta atividade, então parte esta imobilizada nos enormes prédios dos "campus"... Mas um determinado dono resolveu enfiar dinheiro no clube do Coração... Como pode segurar por tres anos as jovens revelações de 2002, mas os altos salários de Ricardinho, R.Oliveira, Elano, sendo que o clube estava quebrado em 2002? Parte deste dinheiro entrou como emprestimo particular, outra parte entrou friamente mesmo, pois não tinha origem... origem fiscal e não ilícita!!!Como reaver este $$ não declarado de volta?Simples!!! Ao negociar jogadores ao exterior, uma parte não declarada é dep em uma conta particular no exterior...

08/12/2011 19:44

[Luís Carlos]
Só acrescentar que dinheiro não declarado usado para pagar seu próprio salário também é lavagem de dinheiro. Há muito mais lavadeira do que se imagina.

08/12/2011 19:35

RESPOSTA:
Não entendi um detalhe: "pagar seu próprio salário", de quem? E quando isso ocorre é sonegação e a Receita sabe como agir. José Cruz

[Massa]
Podridão, podridão, podridão podre!!! É só isso que podemos dizer. Parabens pela coragem e pelas denuncias José Cruz

08/12/2011 19:10


Deixe seu comentário
 
Nome *
E-mail *
Site/Blog 
Comentário:

 Caracteres restantes : 1000

Atenção: Conheça as regras de uso do blog.



[fechar a janela]