UOL Blog - Comentários

Você já tem o seu blog? Não?
Então crie o seu. É de graça.


[Mary]
A rejeição, por si só , já é um grande fator que rebaixa a autoestima do rejeitado. Não tem remédio para isso. No entanto, é certo, há quem supere normalmente o que consideram, talvez, um fato natural da vida . Logo após uma rejeição, seguem adiante , partem logo para outras novas oportunidades, sem maior drama para aquele que tem a coexistência responsável unicamente com a autoestima : o ego.

28/02/2016 12:37

RESPOSTA:
Olá, Mary
Certamente, a rejeição em si, já é dolorida. Seus motivos, muitos fantasiosos e alimentandos por uma baixa autoestima, concepções errôneas e pelas alegações do rejeitador também contribuem fortemente para o sofrimento. Certamente, nós psicólogos podemos ajudar a corrigir essas distorções. Algumas das suas afirmações são muito peremptórias e baseadas em crenças infundadas e fatalistas! Ab


[Mary]
Pouco importa saber as causas de ser rejeitado.Nada vai mudar no rejeitado saber que é superior às preferências do rejeitador. A realidade que se tem que aceitar é que o rejeitador não quer o rejeitado de modo algum, seja lá o motivo. Ah se as pessoas em matéria de sentimentos só fizessem o que devem, só gostassem de quem devem gostar , do cristal e não do vidro, .de quem é certo para elas sem dar ouvidos à voz que vem do coração....

27/02/2016 22:57

RESPOSTA:
Olá, Mary
Muito obrigado pelos comentários. Você tem parte da razão: o racional não é suficiente para controlar o emocional. No entanto, quando o racional é distorcido e ajuda a colocar para baixo o rejeitado, as coisas ficam bem piores. A compreensão dos motivos da rejeição pode ajudar muito, principalmente quando ela ajuda a elevar a autoestima do rejeitado! Ab Ailton



Deixe seu comentário
 
Nome *
E-mail *
Site/Blog 
Comentário:

 Caracteres restantes : 1000

Atenção: Conheça as regras de uso do blog.



[fechar a janela]